Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2012

Estruturas de dados não lineares (Parte V)

Imagem
Representação de Grafos  Os Grafos podem ser representados de duas formas:                                                                                Lista de adjacência                                                                                 ou                                                                                Matriz de adjacência Lista de adjacência   Dentro de um array , vector em português, cada posição terá o indice de um Vértice do Grafo , e cada posição desse array , vector em português, terá o enderço para um lista das ligações que esse Vértice tiver. Vamos ver uma Lista de adjacência para entendermos melhor.        Matriz de adjacência   É criada um Matriz, em que cada  linha/coluna terá o numero de Vértice, e as suas ligações será respectivamente Zero,0, se não existir e um, 1, se houver ligação. Como seria o Grafo representado por essa matriz ? Assim: .

Estruturas de dados não lineares (Parte IV)

Imagem
Grafos   Estruturas chamadas de grafos , representa-se G(V,E), onde V é um conjunto  de objectos denominados vértices e E é as ligações por eles, V, existentes. Grafo de 4 vértices tipo não direccionadas                        Completo                                                                    Tipos de Grafos                               Direccionais : Este tipo de Grafos como o nome diz apresentão uma direcção nas suas ligações.                               Exemplo Imagine as ligações de um Grafo Direccional, com uma rua de sentido único .                               Não Direccionais : Estes Grafos não tenhem direcção, ou seja, a ligação é percorrida nos dois sentidos.                               Exemplo Imagine as ligações de um Grafo não Direccional, com uma rua de 2 sentidos . Propriedades                        Completos : Um grafo completo tem os vértices todos com ligações entre si.                                    Conexos     : É um graf

Estruturas de dados não lineares (Parte III)

 Árvores Binárias Há varios tipos de árvores binarias (BT), o tipo mais utilizado na computação. A principal utilização é a de procura binária, ou só de procura.   Uma árvore binária diz-se de procura , se é vazia, ou se verifica todas as seguintes condições:          a raiz da árvore é maior do que todos os elementos da sub-árvore esquerda;          a raiz da árvore é menor do que todos os elementos da sub-árvore direita;          ambas as sub-árvores são árvores binárias de procura.    A Estrutura de dados, Árvore Binária , além de possuir uma grande característica hierárquica organizacional das informações "imputadas" em sua estrutura, essa estrutura agiliza e optimiza os processos básicos de inserção, exclusão, ordenação, etc.   Destacar também que tal estrutura, é tão importante porque oferece grande poder, flexibilidade e eficiência quando usadas em programas de gerenciamento de bando de dados. Isso ocorre porque a informação para

Estruturas de dados não lineares (Parte II)

T ravessias de árvore Há três tipos de travessias numa árvore:            Préordem , Inordem e Pósordem      Tais tenhem maneiras diferentes de "passarem" e escreverem a árvore Préordem:   R E D                  visita primeiramente a raiz                               R                  visita seguidamente a sub-árvore esquerda   E                  posteriormente visita a sub-árvore direita     D Inordem: E R D                 visita primeiramente a sub-árvore esquerda    E                 visita seguidamente a raiz                                   R                 posteriormente visita a sub-árvore direita        D Pósorder: E D R                 visita primeiramente a sub-árvore esquerda    E                 visita seguidamente a sub-árvore direita          D                                     posteriormente visita a raiz                                 R para visualização dos algoritmos das travessias em metodo recursivo e iterativo